Cart is empty
0

Meu Carrinho

item(s) - R$0,00

FALE CONOSCO

(11) 2144-2800
  1. 12 de março de 2020 10:30:09 -03

    Governo moderniza novas normas para reduzir burocracia e aumentar segurança

     

    Novas NRs 1, 7 e 9 foram assinadas nesta quarta-feira (11) pelo secretário especial de Previdência e Trabalho

     

    Assinadas nesta quarta-feira (11) pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, as novas redações de três normas regulamentadoras garantem a segurança dos trabalhadores com medidas de prevenção de riscos ocupacionais e protocolos de ação em caso de exposição aos riscos. Os documentos devem ser publicados no Diário Oficial da União (DOU) ainda esta semana.

     

    Passaram por processo de revisão as normas regulamentadoras 1, de disposições gerais; 7, que trata do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; e a 9, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Os textos foram simplificados para facilitar a compreensão dos empregadores e a burocracia foi reduzida. Com as inovações, também deve ocorrer redução de custos para os empregadores.

     

    Nos três casos, os novos textos têm prazo de um ano para entrarem em vigor. Até lá, seguem valendo as regras antigas. Todas as mudanças passaram pela Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP), formada por representantes do governo, dos empregadores e trabalhadores.

     

    Inclusão e redução de custos

    Das três normas, a NR1 é a única que já havia sido completamente revisada e publicada com nova redação ainda no ano passado. O texto foi atualizado para a inclusão do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), um marco de modernização na área da prevenção de doenças ocupacionais e acidentes, que trará benefícios para todos.

     

    A partir da criação do PGR, todos os segmentos da economia farão seus planos de acordo com as diretrizes estabelecidas na NR 1, independentemente da área com a qual a empresa trabalha. Isso acaba com a duplicação de planos de prevenção, diminui a burocracia e deixa mais claras as regras que devem ser seguidas.

     

    Para ajudar micro e pequenos empresas e microempreendedores individuais (MEIs), o Ministério da Economia lançará ferramentas on-line para ajudar os setores na elaboração do PGR. O sistema deve estar em funcionamento no prazo de um ano, que é o tempo estabelecido para o programa entrar em vigor.

     

    Outra vantagem é que o PGR reduzirá custos, pois não precisará mais ser renovado todos os anos, como ocorre hoje com o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA). Os empregadores precisarão refazer o plano a qualquer momento sempre que houver mudanças no ambiente de trabalho. Se não ocorrer mudanças, a avaliação de riscos deverá ser revista: a cada dois ou três anos para empresas que tenham certificações em sistema de gestão de Segurança e Saúde no Trabalho, um incentivo para quem adota boas práticas.

     

    Saúde ocupacional

    Todas as mudanças efetivadas na NR 7 foram feitas para adequar as exigências ao objetivo principal da norma, que é a saúde ocupacional dos trabalhadores. Uma das alterações, por exemplo, diz respeito aos exames médicos que não necessariamente têm relação com o trabalho do empregado. A partir da mudança, devem ser exigidos apenas exames que avaliem questões de saúde relacionadas ao trabalho exercido pelo empregado na empresa, o que reduzirá custos.

     

    Outra medida importante diz respeito à prevenção. Estão sendo elaborados anexos com protocolos de medidas que devem ser adotadas pelos empregadores para o caso de riscos ocupacionais, como exposição à poeira, a substâncias químicas cancerígenas, radiações ionizantes e trabalho em condições hiperbáricas, como de atividades de mergulho. Estes protocolos criam padrões de procedimentos que garantem a segurança dos trabalhadores e dão mais clareza aos empregadores para que eles saibam exatamente como agir em situações de risco ocupacional.

     

    NR 9

    Com a inclusão do Programa de Gerenciamento de Riscos na NR 1, o PPRA descrito na NR 9 deixa de existir. Por causa disso, a nova norma passa a tratar especificamente da metodologia para a avaliação da exposição aos agentes ambientais químicos, físicos e biológicos, como poeira, ruído, calor e radiação, por exemplo.

     

    O texto explica sobre como identificar os agentes e quais os métodos a ser adotados para fazer a avaliação e o controle de cada um deles. Os parâmetros que devem ser usados para medir as quantidades aceitáveis e nocivas aos trabalhadores estão sendo especificados nos anexos da norma. Dois deles já passaram por revisão – são os casos dos anexos de calor e de vibração. Os demais estão passando por revisão, trabalho que deve ser concluído até o final deste ano.

     

    Modernização das NRs

    Desde fevereiro de 2019, quando o trabalho de modernização foi iniciado, além das NRs 1, 7 e 9, já foram totalmente revisadas também a NR 3, sobre embargo e interdição; NR 12, de segurança do trabalho em máquinas e equipamentos; NR 18, que trata das condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção.; NR 20, sobre inflamáveis e combustíveis; NR 24, que trata das condições de higiene e conforto nos locais de trabalho; e NR 28, de fiscalização e penalidades.

     

    A NR 2, sobre inspeção prévia, foi revogada. Houve ainda revisão do anexo sobre calor da NR 15 e do item sobre periculosidade do combustível para consumo próprio da NR 16.

    Fonte:Ministério da Economia - ME
  2. 13 de fevereiro de 2020 15:03:02 -02


    Empresa alerta para cuidados necessários com a rede elétrica em casos de umidade

     

    Engenheiro da Instrutherm aponta cuidados essenciais antes de conectar aparelhos às tomadas após alagamentos e outras situações de umidade

     

    Durante o período de chuvas fortes e alagamentos pela cidade, um cuidado que muitas vezes passa despercebido é a umidade na rede elétrica nas residências e estabelecimentos comerciais. É importante ficar atento antes de conectar novamente aparelhos domésticos e eletrônicos à tomada. O engenheiro da Instrutherm, Cristiano Mollica, aponta medidas essenciais para resguardar as instalações e equipamentos.

    Em caso de enchente, por exemplo, a primeira prática é desligar a chave geral do quadro de energia e todos os equipamentos e eletrodomésticos da tomada, para evitar curto circuito. Além de encontrar um lugar no alto para que possa acomodar os produtos e evitar o contato com água, o que também pode danificar.

    Após a água escoar completamente do ambiente, o engenheiro da Instrutherm orienta para nunca ligar imediatamente os aparelhos. A rede elétrica precisa ser vistoriada, e certificada de que todas as tomadas e interruptores estejam totalmente secos. “É importante certificar-se de que todas as tubulações estejam secas e, em muitos casos, é necessário solicitar o auxílio de um profissional especializado para ter essa garantia, evitando ainda mais prejuízos”, comenta Mollica.

    O engenheiro ressalta que, “caso estejam com água e não seja possível secar, é imprescindível esperar que seque naturalmente, mesmo que isso leve um tempo longo. Religar a energia com água nas tubulações é extremamente perigoso, podendo inclusive ocasionar choques graves. Por isso, se tiver dúvidas, procure por um eletricista de confiança”, explica Mollica.

    Alguns aparelhos de medição profissionais contribuem para que eletricistas, engenheiros e até arquitetos confiram as condições da rede elétrica. Mas também é possível identificar se as tomadas estão energizadas utilizando equipamentos mais simples de manuseio. Há diversas opções que compõem as linhas de multímetros e detectores de tensão, por exemplo, que podem atender aos diferentes perfis de usuários.

     

    A Instrutherm

     

    Há 35 anos no mercado, a Instrutherm tornou-se referência em equipamentos de medição, com um portfólio que ultrapassa 500 itens, atendendo os mais variados setores: laboratório, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outros.

    A companhia possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarca, além de ser credenciado à Rede Brasileira de Calibração (RBC) oferecendo certificados  RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, eletricidade, temperatura e umidade e tempo e frequência, bem como certificado rastreável RBC para as demais áreas.

    A Instrutherm está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição. 

     

    Instrutherm

    Telefone: 11 2144-2800

    E-mail: [email protected]

    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br

    Mídias sociais: Instrutherm no Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin e Twitter

     

    Informações à imprensa: infato comunicação

    PABX: 11 3392-5542

    Leila Peres - [email protected]

    Vivo: 11 97151-1807

    Daiana Oliveira - [email protected]

    11 97560-5500

    Redação

    [email protected]

    [email protected]

     

  3. 8 de agosto de 2019 11:47:52 -03



    Instrutherm lança dosímetro de ruído digital inédito e exclusivo para inovar a categoria no setor de segurança do trabalho

    Referência nacional em instrumentos de medição, companhia desenvolve tecnologia de ponta para atender o mercando onde já é reconhecida como líder

       Especializada em equipamentos de medição, a Instrutherm está completando 35 anos de mercado e comemorando com uma grande novidade para o segmento onde é reconhecida como líder, o de segurança do trabalho. Um lançamento que deve revolucionar o setor: Dosímetro de Ruído Digital sem fio.
       O DOS-1000 chega inovando a categoria de medidores de ruído com operação através de Wheel, evitando desgaste prematuro do teclado e operações inadequadas; display colorido retroiluminado com ajuste de brilho para medição no escuro e coletas de 8 horas até 30 dias com medidor de espaço da memória.
       Além disso, vem com filtro de banda para análise de banda de oitava e terça de oitava; três dosimetrias simultâneas e atendendo todas as normas nacionais e internacional pertinentes: NHO 01, NR-15, IEC 61252, ANSI S1.25 e IEC 61260. E parâmetros de medição: %Dose; PDOSE; NEN; PNEN; Pa2h; LAF; LAS; LAI; LVF; LCS; LCI; LZF; LZI; LAVG e LEQ.
       Quanto ao relatório, o DOS-1000 emite em português, personalizado conforme preferências do usuário, histograma, análise de frequência em banda de oitava e terça de oitava, gráfico e relatório minuto a minuto. Assim como será com o novo medidor de vibração do corpo humano.
       “Estamos há meses desenvolvendo e testando cada componente para oferecer algo nunca visto no mercado, soluções exclusivas e criadas para facilitar ainda mais o dia a dia do profissional. Pensamos em cada detalhe”, ressalta Evair Caetano, diretor comercial da Instrutherm.
       A companhia atua em todo mercado nacional com um portfólio que ultrapassa 500 itens, atendendo os mais variados setores: laboratório, segurança do trabalho, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outros.
       A Instrutherm possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarcas, além de ser credenciado à Rede Brasileira de Calibração (RBC) oferecendo certificados RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, bem como certificado rastreável à RBC para as demais áreas.
       A empresa está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição.

    Instrutherm
    Telefone: 11 2144-2800
    E-mail: [email protected]
    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br
    Mídias sociais: Instrutherm no Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin e Twitter
    Informações à imprensa: infatocomunicação
    PABX: 11 3392-5542
    Leila Peres - [email protected]
    Vivo: 11 97151-1807
    Daiana Oliveira - [email protected]
    11 97560-5500
    Redação
    [email protected]
    [email protected]

  4. 29 de julho de 2019 10:52:50 -03

    Instrutherm lança medidor de monóxido de carbono portátil digital para auxiliar na prevenção de acidentes corporativos e domésticos

    Aparelho pode ser utilizado em indústrias químicas, de gases, segurança do trabalho em ppra, siderúrgicas, além de condomínios residenciais, comerciais e redes hoteleiras


       O monóxido de carbono é um gás levemente inflamável, inodoro e muito perigoso devido à sua grande toxicidade. Para auxiliar na prevenção de acidentes de trabalho e até mesmo em casa, a Instrutherm lança o medidor digital e portátil CO-6000, um equipamento fácil de ser utilizado, com alarme de alerta e que pode ser aplicado em qualquer ambiente.
       O CO-6000 é um instrumento leve e com design moderno, que permite medições de monóxido de carbono até 1000ppm com alta taxa de amostragem. Também mede temperatura, possui memória máxima e média, alerta audível e visual e função hold, tem resolução de 1ppm, precisão ± 5% (F.S) ou ± 10ppm e tempo de resposta de 60 segundos.
       De acordo com o diretor da Instrutherm, Evair Caetano, o equipamento é um modelo que pode ser aplicado desde por indústrias químicas, de gases, para segurança do trabalho em ppra, em siderúrgicas, até por condomínios residenciais, comerciais e redes hoteleiras no auxílio à prevenção de acidentes. “Tivemos diversos casos recentemente de famílias que morreram por terem inalado o monóxido de carbono dormindo. Ambientes fechados com aquecedor a gás e churrasqueira, por exemplo, podem representar risco à segurança das pessoas. É sempre bom checar se não há grande concentração do gás no ar”, explica.
       A Instrutherm é uma empresa especializada em equipamentos de medição com 34 anos de mercado e um portfólio que ultrapassa 500 itens, atendendo os mais variados setores: laboratório, segurança do trabalho, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outros.
       A companhia possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarcas, além de ser credenciado à Rede Brasileira de Calibração (RBC) oferecendo certificados RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, bem como certificado rastreável à RBC para as demais áreas.
       A empresa está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição.

    Instrutherm
    Telefone: 11 2144-2800
    E-mail: [email protected]
    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br
    Mídias sociais: Instrutherm no Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin e Twitter
    Informações à imprensa: infatocomunicação
    PABX: 11 3392-5542
    Leila Peres - [email protected]
    Vivo: 11 97151-1807
    Daiana Oliveira - [email protected]
    11 97560-5500
    Redação
    [email protected]
    [email protected]

     

  5. 1 de abril de 2019 11:52:42 -03

     

    Equipamentos de medição com alta tecnologia são destaques da Instrutherm na Agrishow 2019


    De 29 de abril a 3 de maio de 2019, acontece a Agrishow em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, considerada a terceira maior feira de tecnologia agrícola do mundo e a mais importante na América Latina. E a Instrutherm marcará presença em mais uma edição, com equipamentos de medição exclusivos que auxiliam no setor de agronegócio.

     

       Há 34 anos no mercado nacional, a Instrutherm apresenta soluções com alta tecnologia agregada e funções mprescindíveis para o agricultor utilizar no dia a dia. A linha de medidores de pH é uma das grandes procuras pelos visitantes. E entre os modelos em destaque estão o PH-1800 que possui teclado soft touch, é à prova de respingos d'água e acompanha capa protetora de transporte e o PH-1700 que possui iluminação do display, acompanha solução em pó para ajuste e verificação das medições e também estojo para transporte, ambos utilizados para auxiliar no controle de pH da água e em formato tipo caneta que cabem no bolso.

       A Instrutherm também destaca o medidor de pH de solo, o modelo PHD-3000. O instrumento é digital, tem desligamento automático após 8 minutos, escala de 3 a 8 pH e precisão de ±0,2 pH. Oferece display com iluminação de fundo e ajuste de medição pontual.
       Outro equipamento selecionado para a Agrishow é o TI-550, um termômetro digital infravermelho utilizado para medição de temperatura sem contato e em lugares que não é possível verificar através do sensor de contato. Além de poder ser usado em vários ambientes, o aparelho também se destaca pelo design moderno, com acabamento todo emborrachado para garantir maior resistência.
       Atenta às necessidades do agricultor, a marca evidencia a importância do microscópio digital portátil MP-150, uma solução versátil para a avaliação de pragas e fungos, permitindo ser feita a tanto em campo quanto em laboratório. O MP-150 facilita o trabalho do produtor por ter um formato do tipo caneta, que possibilita transportar para lugares de difícil acesso. Suas lentes ópticas internas possuem aumento de até 300 vezes, foco automático e conexão USB para gravação de imagens e vídeos.
    Para as medições de temperatura, umidade e velocidade do ar, a sugestão da Instruthermé o modelo THAR-300, um Termo-Higro-Anemômetro-Digital Portátil capaz de medir temperatura de 0 a 50 °C, umidade de 10 a 95% U.R., e anemômetro de 0,4 a 30 m/s com registro de leituras máxima e mínima. Seu formato anatômico permite fácil manuseio.
       Já o aparelho HT-750 é um termo-higrômetro que permite medição de temperatura do ambiente em dois sensores; umidade relativa do ar ambiente; tem função de alarme; memória para valores máximos e mínimos, e suporte para mesa ou parede, possibilitando ser colocado em qualquer ambiente sem a necessidade de alterações estruturais.

    A Instrutherm
    Há mais de 34 anos no mercado, a Instrutherm tornou-se referência em equipamentos de medição, com um portfólio que ultrapassa 500 itens, atendendo os mais variados setores: laboratório, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outros.
    A companhia possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarcas, além de ser credenciado à Rede Brasileira de Calibração (RBC)
    oferecendo certificados RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, bem como certificado rastreável RBC para as demais áreas.
    A Instrutherm está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição.
    Instrutherm
    Telefone: 11 2144-2800
    E-mail: [email protected]
    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br
    Mídias sociais: Instrutherm no Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin e Twitter
    Na Agrishow
    Estande F-037 – Pavilhão Coberto
    De 29 de abril a 3 de maio de 2019
    Das 8h às 18h
    Mais informações pelo site: www.agrishow.com.br
    Informações à imprensa: inFATO Comunicação
    PABX: 11 3392-5542
    Leila Peres - [email protected]
    Vivo: 11 97151-1807
    Daiana Oliveira - [email protected]
    11 97560-5500
    Redação
    [email protected]
    [email protected]

  6. 28 de janeiro de 2019 10:39:19 -02

     

    Instrutherm abre inscrições para curso de Medição de níveis de ruído ocupacional e ambiental

    Tema será abordado em março pelo especialista Marcos Domingos e é focado em profissionais que atuam no segmento de segurança do trabalho


       Expor os fundamentos técnicos de acústica aplicados à higiene ocupacional (HO), normalização e critérios de avaliação da exposição ao ruído, de modo que os participantes possam configurar os instrumentos de medição e utilizá-los em campo são alguns dos assuntos que serão abordados no curso promovido pela Instrutherm: medição de níveis de ruído ocupacional e ambiental. Será realizado nos dias 1 e 2 de março com o Mestre em higiene ocupacional Marcos Domingos. As inscrições já estão abertas. O curso é indicado para profissionais com formação básica em segurança do trabalho, como técnicos, engenheiros, enfermeiros e médicos do trabalho. A duração será de 12 horas, sendo 8 dedicadas à teoria e 4 à prática com equipamentos Instrutherm. As inscrições podem ser feitas pelo site da Instrutherm ou através da central de televendas. O valor de investimento é de R$ 500 e a capacidade limite da turma é 30 pessoas.
       A iniciativa da companhia com os cursos teve grande sucesso em 2017, levando a empresa a ampliar a grade de programação, horários e turmas por conta da demanda. É um formato de especialização que agrega conhecimento ao
    profissional, potencializa seu currículo e, sobretudo, dá a oportunidade de atualização teórica e técnica, favorecendo o dia-a-dia no trabalho.
       Sobre Marcos Domingos, o especialista é Mestre em higiene ocupacional pela Colorado State University (EUA), higienista ocupacional, tecnologista senior da Fundacentro (SP) de 1975 a 2011 - período que teve oportunidade de participar da
    elaboração da NR 15, NHT e NHO (01)-, presidente da ABHO -Associação Brasileira de Higienistas Ocupacionais- na gestão de 2003-2009, professor dos cursos de especialização do PECE - Programa de Educação Continuada da USP, presidente do
    IAC –International Affairs Committee da AIHA–, entre outros títulos.
       Já a Instrutherm está há mais de 33 anos no mercado e conta com um portfólio que ultrapassa 500 itens. Seu mix de produtos atende diferentes segmentos: segurança e medicina do trabalho, laboratório, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outras.
       A companhia possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarcas, além da calibração RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, bem como certificado rastreável RBC para as demais áreas.
       Está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição.

    Instrutherm
    Telefone: 11 2144-2800
    E-mail: [email protected]
    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br
    Mídias sociais: Instrutherm no Instagram, Facebook, Linkedin e Twitter
    Curso: medição de níveis de ruído ocupacional e ambiental
    Datas e horários: dia 1 de março de 2018 das 13h30 às 17h30 e dia 2 das 8h30 às 17h30
    Local: Auditório Instrutherm
    Endereço: Rua Jorge de Freitas, 264 - Freguesia do Ó - São Paulo/SP
    Carga Horária: 12 horas, sendo conceituação (8 horas) e aula prática (4 horas)
    Objetivo: Expor os fundamentos técnicos de acústica aplicados à higiene ocupacional (HO), normalização e critérios de avaliação da exposição ao ruído, de modo que os participantes possam configurar os instrumentos de medição e utilizá-los em campo Público-alvo: profissionais com formação básica em segurança do trabalho (técnicos, engenheiros, enfermeiros e médicos do trabalho).
    Conteúdo Programático: -Introdução à higiene ocupacional: objetivos, definições e abrangência - Acústica Física: propagação do som, frequência, intensidade, unidades e grandezas matemáticas. - Resposta humana aos sons: efeitos à saúde, conforto ambiental, funcionamento do ouvido, ajustes das medições à resposta subjetiva aos sons. - Limites de exposição: NR 15, ACGIH, NHO 01, NBR 10151 e 1052 - Doses de Ruído e Níveis de Pressão Sonora: doses, Leq, Lavg, NEN, Ltwa, Laeq, etc - Exercícios de somatória de dB e Cálculo de Dose: conceituação, metodologias e critérios para avaliação - Prática de Instrumentação com equipamentos Instrutherm: simulação de exposição ao ruído, uso de dosímetro e medidor de nível de pressão sonora. Download e interpretação de dados.
    Sugestão de hotel próximo à Instrutherm
    Hotel Ibis Styles - São Paulo Barra Funda
    Av. Marques de São Vicente, 1619 - Barra Funda
    Tel: +55 (11) 3576-5500
    E-mail: [email protected]
    Site: https://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-8990-ibis-styles-sao-paulo-barra-funda/index.shtml

     

     

     

     

  7. 22 de janeiro de 2019 11:25:13 -02

     

    Instrutherm promove curso de Avaliação da Exposição Ocupacional ao Calor no mês de abril

     

    Já adaptado conforme as atualizações da norma NHO-06, evento é uma oportunidade para o profissional de segurança do trabalho aprimorar seus conhecimentos

     

       Os cursos de Avaliação da Exposição Ocupacional ao Calor, oferecidos pela Instrutherm em 2018, tiveram grande procura e participação do público. Por isso, a companhia programa novas datas em 2019. No primeiro semestre será nos dias 4 e 5 de abril. As aulas serão ministradas no auditório da empresa, em São Paulo, pelo mestre e especialista em higiene ocupacional Marcos Domingos. As inscrições poderão ser feitas no site da própria companhia. O curso, já adaptado conforme atualizações da norma 2017 NHO-06, está em sua quinta edição e tem capacidade limitada a 30 participantes, com duração de 12 horas, sendo 8 dedicadas à teoria e 4 à prática. Indicado a profissionais que atuam no segmento de segurança do trabalho –técnicos, engenheiros, enfermeiros e médicos do trabalho-, tem como objetivo apresentar os fundamentos técnicos das trocas térmicas entre o trabalhador e o meio ambiente, abordar critérios e metodologias de avaliação, bem como a utilização de equipamentos de medição Instrutherm com análise de resultados. “A iniciativa da Instrutherm com os cursos teve grande sucesso nos últimos dois anos, levando a empresa a ampliar a grade de programação, horários e turmas por conta da demanda. É um formato de especialização que agrega conhecimento ao profissional, potencializa seu currículo e, sobretudo, dá a oportunidade de atualização teórica e técnica, favorecendo o dia-a-dia no trabalho”, ressalta Evair Caetano, diretor comercial da companhia.

       Marcos Domingos é especialista e Mestre em higiene ocupacional pela Colorado State University (EUA), higienista ocupacional, tecnologista sênior da Fundacentro (SP) de 1975 a 2011 - período que teve oportunidade de participar da elaboração da NR 15, NHT e NHO (01)-, presidente da ABHO -Associação Brasileira de Higienistas Ocupacionais- na gestão de 2003-2009, professor dos cursos de especialização do PECE –Programa de Educação Continuada da USP, presidente do IAC –International Affairs Committee da AIHA–, entre outros títulos.
       E a Instrutherm é uma empresa referência no mercado nacional de equipamentos de medição, considerada uma das líderes no segmento de segurança e medicina do trabalho, com 34 anos de atuação. A marca é brasileira e atua em diferentes setores, com um portfólio que ultrapassa 500 itens.
       A companhia possui departamento de qualidade, assistência técnica multimarcas, além da calibração RBC de instrumentos das áreas de acústica e vibrações, físico-química (gases) e pressão, bem como certificado rastreável RBC para as demais áreas.
       Está instalada em São Paulo e atende clientes em todo o Brasil, de pequenos varejos a grandes multinacionais, além de redes de distribuição.

    Instrutherm
    Telefone: 11 2144-2800
    E-mail: [email protected]
    Site com loja virtual: www.instrutherm.com.br
    Mídias sociais: Instrutherm no Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin e Twitter
    Curso: Avaliação da exposição ocupacional ao calor, sobrecarga e conforto térmico
    Datas e horários: dia 4 de abril de 2019, das 13h30 às 17h30, e dia 5, das 08h30 às 17h30
    Local: Auditório Instrutherm
    Endereço: Rua Jorge de Freitas, 274 - Freguesia do Ó - São Paulo/SP
    Carga Horária: 12 horas, sendo conceituação (8h) e aula prática (4h)
    Conteúdo Programático:
    - Adoção do watt (W) como unidade para taxa metabólica, com a adequação dos limites de exposição para trabalhadores aclimatizados; - Atualização da tabela para determinação de taxas metabólicas; - Estabelecimento de limites de exposição para trabalhadores não aclimatizados; - Estabelecimento de níveis de ação para trabalhadores aclimatizados; - Estabelecimento de limite de exposição valor teto; - Estabelecimento de correções no índice de bulbo úmido termômetro de globo (IBUTG) médio em função do tipo de vestimenta utilizada; - Introdução de considerações sobre avaliações a céu aberto. - Estabelecimento de região de incerteza sobre as condições de exposição para trabalhadores aclimatizados; - Introdução de um critério de julgamento e tomada de decisão em função das condições de exposição encontradas; - Introdução de considerações gerais sobre medidas preventivas e corretivas - Introdução à higiene ocupacional: Objetivos, definições e abrangência - Princípios de Trocas Térmicas: Equação do equilíbrio homeotérmico e fatores que interferem nas trocas térmicas - Efeitos à saúde e conforto térmico: Risco de Hipertermia e indicadores de desconforto térmico - Limites de Exposição:NR 15, NR 17, ACGIH e NHO 06 - IBUTG e Temperatura Efetiva:Estabilização de termômetros, seleção de dados para cálculos, determinação dos índices de sobre carga térmica e conforto. - Exercícios de IBUTG e da Temperatura Efetiva:Uso de planilhas para determinação das médias ponderadas e comparação como os limites de tolerância - Prática de Instrumentação: Simulação de exposição ao calor, uso de monitor de stress térmico, psicrômetro e anemômetro. Download e interpretação de dados.

     

  8. 5 de outubro de 2018 08:44:34 -03

    A maior feira do segmento de SST!

    Read More
Desc
Meu Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Comparar (0)
Fique de olhos abertos nas promoções de volta as aulas e economize MUITO!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba no seu e-mail ofertas, novidades e muito mais!

*Offer valid for first-time registrants only & applies to regular price items only*

Privacy Policy